O Princípio da Inércia ou a primeira lei de…

Vamos ver se você sabe…escrevo esta newsletter direto de Balneário Camboriu onde passei os últimos dias.

Não há nada que desperte mais a curiosidade humana que uma história.

Nos últimos anos ví um movimento forte de mudança na cidade, se você já esteve aqui certamente presenciou a evolução no ponto de vista urbano, considerando a infra-estrutura da cidade principalmente.

Sempre observo isso, o grande problema de quem para, é ser ultrapassado por quem continua.

Durante anos presenciei o declínio de um restaurante conhecido, ele sempre manteve a mesma qualidade, o mesmo atendimento, o mesmo cardápio, era um restaurante imbatível.

Inovador, fez Drive Thru na rua nos anos 70-80, cresceu, aumentou de tamanho, ocupou o outro lado da rua, aumentou, aumento novamente, aumentou novamente.

Ponto de encontro de todos, ao longo dos anos ele deixou de fazer parte da vida das pessoas que o frequentavam.

Lembro de um dia em especial em que eu entrei no restaurante, cumprimentei o gerente e os garçons, eu os conheço de longa data, e fui até as mesas do fundo. Era uma sexta-feira, sentei em uma das minhas mesas características, pedi o mesmo pedido, um hamburger e um suco. Eu e meus amigos conversávamos e logo reparamos que estávamos presenciando uma das primeiras sextas-feiras onde as pessoas não estavam mais por alí.

Mas como? se o restaurante não havia mudado? Piorou?

“Um corpo em repouso tende a permanecer em repouso, e um corpo em movimento tende a permanecer em movimento.”

Este é o Princípio da Inércia ou a primeira lei de Newton.

Foi isto o que aconteceu, ao longo dos anos os gostos mudaram, os hábitos alimentares, as gerações e suas culturas, menos aquele conhecido restaurante, com uma qualidade excelente, produto característico, e até marcante para as pessoas que passavam por alí uma vez se quer, mas o mesmo bloquinho de pedidos, o mesmo atendimento, o mesmo local, as mesmas músicas, a mesma programação, não eram mais suficientes para atender as mudanças de hábitos, desejos e até mesmo culturais da humanidade.

Se você parar no tempo, mesmo sendo o melhor, você começará a ser ultrapassado, não por que você perdeu algo, mas por que parou de se movimentar, parou de buscar, parou de crescer.

Em algum momento o mundo evoluí, as pessoas mudam, os lugares mudam e quem mantém-se em movimento tende a manter-se em movimento.

O que era uma referência há pouco, hoje é um lugar que remete à estagnação.

Nunca pare de aprender e colocar em prática, ou uma hora ou outra você ficará para trás.

Seja um aprendedor e experimentador.

Um abraço,
Marcelo

About the author: Marcelo Marini Studant PRO

The uncommon wisdom of business, economics, and finance can define your financial and family wealth. Includes more than 300 newsletters with daily and weekly updates available to read and learn now. Subscriber-only newsletters. Start here.

Factual Wealth Newsletter & Podcast are currently read and listened to in the United States, Europe, Asia, and South America.

Read my column:
https://factual.money/marcelo-marini-dairy/

Join the list:
https://factual.money/subscribe/